• Autora Convidada

Como Descobrir Autoras Novas

Por Jessica Vasques


Quando passamos a ver a pauta do feminismo e do apagamento histórico das mulheres com atenção, percebemos que isso se mostra em diversas formas, uma delas a literatura. Li uma vez uma pesquisa do Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea da Universidade de Brasília sobre qual é o perfil do escritor brasileiro publicado pelas grandes editoras. E a maioria dos escritores são homens, brancos, heterossexuais – e seus protagonistas seguem sempre a mesma linha.


Como podemos dar mais visibilidade para as mulheres escritoras?


Como encontrá-las?


Tenho três dicas rápidas e bem simples de como você pode começar a ler mais mulheres, trazendo a elas a visibilidade que tanto merecem.


1) INSTAGRAM


Siga perfis de mulheres que falam sobre literatura. O instagram tem a opção de seguir hashtags, e existem várias que nos levam às escritoras. Minha preferida é justamente a mais conhecida: #leiamulheres. Esse é um projeto que acontece em várias cidades, inclusive você pode encontrar perto de você. É um clube de leitura, onde se lê livros de todos os gêneros possíveis, mas sempre escrito por mulheres. Fora esse grupo, existe também as mulheres que espalham a literatura, de todos os gêneros, pela internet, em perfis literários, que fazem ótimas resenhas e dão dicas valiosas. Por essa hashtag você consegue também encontrá-las facilmente.

É uma ótima forma de descobrir autoras e mulheres que falam sobre o assunto.


2) SKOOB


O Skoob é uma rede social brasileira para quem ama ler. É muito conhecido e enorme, e nele você pode criar sua estante e organizar os livros lidos e desejados, ver resenhas, adicionar amigos, entre várias opções. Todos os lançamentos do mercado são cadastrados por lá, e você pode vê-los já na página inicial. Sei que os olhos brilham quando vemos o nome de um autor já conhecido e adorado por nós, mas o que acha de passear pela sessão de lançamentos, descobrindo coisas novas? Eu descobri várias autoras por lá assim, lendo os comentários e sinopses, e já adicionando na minha estante tudo que me interessava para uma futura compra.


3) AMAZON


A Amazon vai dominar o mundo? Provavelmente sim, e por mais que tenha algumas (várias) ressalvas sobre isso, é difícil negar como essa empresa chegou ao Brasil para abalar as estruturas e abrir alguns caminhos. A Amazon tem um sistema de publicação independente e um programa de empréstimos de livros, o Kindle Unlimited. Com essas facilidades, muitas autoras tiraram da gaveta aquele sonho de serem publicadas por uma editora grande, e se aventuraram sozinhas pela plataforma. Quando você entra na opção de livros digitais, são milhares de opções, de centenas de gêneros. Eu conheço novas escritoras por lá todo mês, sem brincadeira. Você nem precisa ter um Kindle, pode apenas baixar o app no celular e comprar o e-book baratinho, ou até mesmo usar o programa deles pagando um valor fixo por mês. Tem tanta mulher talentosa, escrevendo sozinha e criando comunidade, levando sua escrita e seu nome, que eu fico maravilhada. E o mais legal: a maioria delas são autoras brasileiras, um super bônus.


Conforme você for conhecendo essas ferramentas e conversando com pessoas que também se interessam por ler mais mulheres, será automático você seguir as editoras e passar a ficar atenta aos lançamentos e eventos.


Quando perceber, já terá várias autoras conhecidas e muitas leituras boas na fila.


*


Jessica Vasques é estudante de letras e apaixonada por literatura. Ama batata frita e acredita que os bons ainda são maioria. Escreve desde sempre, para si mesma e para fora, e essa é sua maior terapia.